22 de jun de 2010

SACUDINDO O PÓ


Em Lc. 9: 5 leio uma orientação de Jesus para seus discípulos quando estes fossem rejeitados por um determinado povo ou cidade. A orientação era para "sacudirem o pó das suas sandálias" em sinal de protesto contra aquela gente.

O pó gruda nos pés e é carregado para outra localidade.

Me lembro do costume de "lavar os pés", onde a poeira era tirada todas as vezes que a pessoa entrava numa casa onde lhe era oferecido esta opção.

Assim como a poeira, a rejeição ou qualquer coisa negativa pode "grudar" em mim. Preciso tomar cuidado de me "limpar" desta "poeira" negativa que pode me atrapalhar ou influenciar interiormente. Toda vez que eu entrar em casa, devo me lavar, principalmente quando entro na "casa do Pai". Melhor, sempre que me coloco "diante do Pai", isso em todo tempo e lugar, devo permitir que Ele me limpe. Lembro do "Homem que virou sabão".

Magoas, frustrações, enganos, tentações, decepções e rejeições não devem me influenciar.

Lembro de I Tss. 5: 16-18: "Regozijai-vos sempre. Orai sem cessar e em tudo dai graças porque esta é a vontade de Deus para os que estão em Cristo Jesus".

Se a minha reação for influenciada por estes versos a "sujeira" que gruda em mim vai sair.

Jesus ensina a seus discípulos para não se deixarem influenciar pelos insucessos no trabalho missionário e continuarem em frente na tarefa de evangelismo. Nem todos aceitam a mensagem de salvação. Sempre tem aqueles que vão rejeitar e atacar o evangelho do reino e seus servos.

Jesus diz para seus discípulos "saírem logo" da cidade.

Devo "sair logo" das cidades que podem causar, em mim, ressentimento, auto-piedade, tristeza, ira e ódio.

Paz


Nenhum comentário:

Postar um comentário