17 de out de 2010

MINHA MENTE NÃO MENTE!

A batalha começa com os olhos, com os ouvidos e com os demais sentidos. Eles são as "portas" para os pensamentos entrarem na minha mente. Não precisa ser uma porta, pode ser uma "portinhola", uma "fresta"!
Depois que entra, por mais diminuto que seja a imagem, palavra, sentimento, o resto é com a minha mente.
Ela é o "campo" mais fértil que existe e qualquer "semente" nela plantada, germina, cresce e, se eu não tomar cuidado, domina o "pedaço".
O que fazer?????
A Palavra de Deus diz em Cl. 3:2,3 "Pensem nas coisas lá do alto e não nas que são aqui da terra. Porque vocês já morreram, e a vida de vocês está escondida com Cristo, que está unido com Deus".
Já que eu colho o que planto, em qualquer terreno, principalmente na minha mente, devo escolher bem as sementes, rejeitando aquelas que são "malignas" e prejudiciais.
Particularmente gosto de colocar a culpa pelos maus pensamentos no diabo. É reconfortante pensar que ele é o culpado (diabo sujo!!) e eu sou apenas uma vítima de seus ataques maldosos, mas não é bem assim.
Em Tg.1: l3-15 leio que sou tentado pelos meus próprios desejos que podem ter sua origem nas sugestões malignas, mas se eu aceitar e abrir a porta para eles a culpa é minha. A tentação diabólica "bate" à porta. Apenas "bate" à porta!
Em Mc. 7: 20-23 o Senhor Jesus exorta quanto ao que "sai" de dentro de mim.
Sou eu quem abre a porta!
Onde estão os ferrolhos? Onde estão as trancas? Os cadeados? As fechaduras???
2 Co. 10:3-5 diz que eu posso ter armas espirituais para vencer a batalha na mente. Armas poderosas que poder derrubar fortalezas, raciocínios errados e levar cativo todo pensamento.
Eu posso dizer não ao mal pensamento.
Eu posso "limpar" a minha mente, ou melhor, posso deixar o "faxineiro" divino (Espírito Santo)  tirar tudo o que é ruim, maligno, prejudicial da minha mente. Claro que devo contribuir com Ele, fechando as "portas".
Tenho que "fechar a porta" rapidamente. Não é hora de bater papo com a morte. É. O mal pensamento mata! A tentação mata! Posso estar "morto" por dentro aparentando estar vivo por fora.
Triste é quando o Espírito Santo me avisa, me alerta, me adverte e, mesmo assim, desobedeço.
É vergonhoso listar os pecados que podem sair de dentro de mim: Imoralidade sexual, roubos, crimes de morte, adultérios, avareza, maldades, mentiras, inveja, calúnia, orgulho, inconsequência.
É assustador pensar que todos estes pecados são cometidos primeiro aqui na minha mente. Eles podem nunca ser externados, mas continuam sendo "pecados".
O que fazer?????
Li num livro uma definição de televisão que adorei: Traseiro do diabo!
Quanta coisa fétida entra pelos meus olhos e ouvidos através desse traseiro?
Quanta tentação eu recebo e acolho através desse traseiro?
Quanto mais perto fico de um lamaçal mais tenho possibilidade de me sujar!
75% da programação da televisão, em horário nobre tem conteúdo sexual.
Os filmes têm uma probabilidade de 87% de ter conteúdo sexual.
66% de crianças (10-16 anos) falam que seus colegas são influenciados pelos programas de televisão.
Minha mente não mente sobre o que sou ou o que estou me tornando.
Pv. 6:27 diz "Pode alguém colocar fogo no peito sem queimar a roupa?"
Sabe de uma coisa? vou seguir Jó! (Jó 33:1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário