28 de set de 2010

ENCONTRÁ-LO É O MEU MAIOR DESEJO, E DELE TAMBÉM!

Meditando no Sl. 2, me chamou a atenção o verso 3: "Rompamos as suas ataduras e sacudamos de nós as suas cordas”.
Uma atitude de rebeldia, desprezo, independência de Deus. A mesma atitude que vejo hoje para com Jesus Cristo, Sua obra na cruz e a nova vida que Ele oferece.
Não pude deixar de pensar em como o Pai ficou triste e ainda fica quando é desprezado, não por Ele, pois é Deus, mas por nós, simples humanos, insignificantes, que acreditamos poder viver bem sem Ele, que loucura.
Me lembrei de Os. 11:1-4Quando Israel era menino, eu o amei, e do Egito chamei a meu filho. Quanto mais eu os chamava, tanto mais se afastavam de mim; sacrificavam aos baalins, e queimavam incenso às imagens esculpidas. Todavia, eu ensinei aos de Efraim a andar; tomei-os nos meus braços; mas não entendiam que eu os curava. Atraí-os com cordas humanas, com laços de amor; e fui para eles como os que tiram o jugo de sobre as suas queixadas, e me inclinei para lhes dar de comer”.
Este texto mostra um Deus exortando a um povo rebelde e insubmisso, mas que revela nas suas entrelinhas um Deus que procura um povo apaixonado e que busque sua intimidade com intensidade e desejando O encontrar. Ele deseja ser achado.
Este desejo divino pode ser visto em outros textos bíblicos.
Jeremias diz: “buscar-me-eis e me achareis quando me buscarem de todo vosso coração”.
Isaias diz: “buscai ao Senhor enquanto se pode achar
O salmista  diz: “busquem, busquem continuamente a face do Senhor”.
Amós diz: “buscai ao Senhor e vivei”.
Todos, profetas, salmistas, homens que viveram intensamente a vida com Deus deixam uma dica: Busquem a Ele…
388 vezes a Bíblia registra a necessidade e o valor do clamor.
Jr. 33:3 diz: “clama a mim e te ouvirei…”.
O texto de Oséias mostra um Deus buscando ao homem, o atraindo, o tentando laçar com cordas de amor. Isso é maravilhoso. O Todo poderoso, teceu com suas próprias mãos cordas de amor, laços eternos, para conquistar o coração do homem.
A passagem diz sobre o cuidado de Deus, sobre sua atenção a Israel quando menino.
Vejo aqui um Deus atencioso, cuidadoso, carinhoso, que deseja me "prender" com cordas de amor, laços de vida.
Não há como não se emocionar imaginando um Deus tão maravilhoso assim, que ama, cuida, protege, e me amarra a Ele com amor.
Não tem como chegar a um relacionamento como esse com Deus e simplesmente deixá-lo. Não, cada dia tem que ser mais intenso mais profundo e eu digo ao Senhor aperta mais forte seus laços de amor sobre mim, para que eu não tenha a menor chance de escapar, mas infelizmente às vezes escapo…
• Escapo quando desvio o meu olhar Dele e dou o primeiro lugar do meu coração a outro, seja pessoa, seja sonho, seja qualquer coisa…
• Escapo quando deixo o pecado me laçar…
• Escapo quando deixo a mornidão ou a frieza tomar o lugar do primeiro e único amor…
• Escapo quando a santidade é um fardo para mim e não uma busca prazerosa para agradar a Deus…
• Escapo quando prefiro ouvir a voz dos “amigos” do que ao Espírito…
• Escapo quando permito que religião, tradição, determine minhas decisões e meus passos...
São tantas as maneiras de escapar do amor de Deus, mas quando verdadeiramente deixo Ele me tocar, e recebo esse toque de uma maneira tão intensa e profunda jamais sou o mesmo. Preciso sentir suas cordas de amor em mim, preciso sentir todos os dias Sua presença, Seu toque, Sua voz, Seu aconchego. Preciso Dele por perto e nada mais é tão importante quanto à pessoa de Jesus.
Deus quer levantado jovens, homens, mulheres, crianças, velhos apaixonados, sedentos que desejam viver uma vida de intensidade com Deus, uma vida avivada, uma vida de santidade, uma vida que vai na contra mão do mundo, mas na direção de Deus, do Seu propósito, do Seu chamado, uma geração que busca incansavelmente o avivamento, a presença real de Deus.
Festas? Terei muitas.
Diversão? Mais ainda.
Mas meu alvo é andar tão perto do Senhor, com Suas cordas tão justas em mim que minha vida, trabalho, amigos, festas, diversão jamais serão as mesmas, e minha oração e adoração terão um nível tão intenso que verei de perto o Avivamento em minha vida, casa, igreja, vila, cidade…
Apaixonado…
Santo…
Fiel...
Vivendo uma paixão intima com meu Senhor Jesus…
Fazendo discípulos, impactando o mundo, fazendo história.

Nenhum comentário:

Postar um comentário