18 de ago de 2010

DESATANDO AS AMARRAS

Primeira Mensagem: O que te impede de caminhar?
Jo. 11:44Saiu aquele que estivera morto, tendo os pés e as mãos ligados com ataduras e o rosto envolto num lenço. Então, lhes ordenou Jesus: Desatai-o e deixai-o ir”.
Durante sete semanas estaremos orando por aqueles problemas ou impedimentos que atrapalham sua vida. Pelos empecilhos que te fazem tropeças o te impedem de caminhar ao encontro da vitória.
Quantas vezes recebemos bênçãos e não conseguimos retê-las, preservá-las.
Quantas vezes desperdiçamos o que Deus nos dá por tropeços que damos no caminho.
Quantas vezes não vamos mais longe porque estamos amarrados.
A vida de muitos é como um “nó cego” difícil de desatar!
Nestes tempos difíceis e cheios de crises, o homem contemporâneo vive sempre em sobressalto, cercado de perigos e dificuldades: na vida pessoal, na familiar, nos ambientes de trabalho, nas lutas do dia-a-dia, na vida emocional e espiritual.
Cada homem se sente, cada vez mais, enredado de inúmeras dificuldades que o atormentam, sem conseguir “desatar os nós” e libertar-se delas.
Os desajustes da vida familiar, os problemas econômicos, as doenças, as incompreensões e atribulações morais, as intrigas, injustiças e invejas, os parentes ou amigos que não conseguem evitar o caminho do vício ou da droga, o desemprego...
Todos esses NÓS produzem em nossas almas aflição e angústia.
No texto acima, encontramos um ensinamento muito importante para Lázaro “aproveitar” o milagre com toda a liberdade. Ele fora ressuscitado, mas estava “atado” e vendado. Como acontece com muitos cristãos que, mesmo tendo nascido de novo, não vivem a vida que Deus planejou para eles.
Quantas "amarras" físicas e emocionais carregamos tolhendo nosso viver cristão.
Ouçamos a voz de Jesus: Desatai as amarras e deixai-o ir!
Quero ser um "desatador de amarras"!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário